Ao utilizar os nossos serviços, concorda com a nossa utilização de cookies. Saiba mais.
Pesquisa avançada

ANGOLA António CARDOSO A Fortuna Novela de Amor 1980 Plátano
( 230557506)

Descrição

CARDOSO, António - A Fortuna, novela de amor. Lisboa: Plátano Editora, 1980. - 130-(5) págs.

Poeta. Filho de pais europeus, viveu vários anos no antigo musseque Braga, dos subúrbios da capital angolana. Frequentou o Liceu de Luanda e foi empregado de escritório e bancário naquela cidade. Militante do MPLA desde a sua fundação, foi preso pela PIDE em 1960 e em 1961 (duas vezes), acabando por ser internado no campo de concentração do Tarrafal, Cabo Verde, de 1961 até 1974, só tendo sido libertado seis dias após a revolução de 25 de Abril.

De regresso a Angola, onde acabaria por fixar-se, voltou ao seu lugar de empregado bancário, passando mais tarde à actividade de jornalista, tendo sido sequestrado e torturado pela FNLA, quando, já depois da independência, exercia as funções de director da Emissora de Angola. Exerceu o cargo de director do Departamento de Espectáculos do Centro Nacional de Cultura de Angola e foi secretário-geral da Associação dos Escritores Angolanos.

Estreou-se, como poeta, em O Estudante, órgão da Associação Escolar do Liceu Salvador Correia, de Luanda. A sua actividade cultural desenvolve-se de par com a sua produção poética, quer colaborando nas revistas literárias de Luanda dos anos cinquenta, quer fazendo parte dos corpos gerentes da Sociedade Cultural de Angola.

Tem colaboração dispersa pelos jornais e revistas Mensagem, Cultura, Jornal de Angola, da Associação dos Naturais de Angola, Mensagem, da Casa dos Estudantes do Império de Lisboa, África, também de Lisboa, e Présence Africaine, de Paris, além de jornais vários de Portugal, Moçambique, Brasil e Argentina. Em alguma desta colaboração usou o pseudónimo de Tony Dicar.

Está representado, entre outras, nas antologias: Poetas Angolanos, de Carlos Ervedosa (Lisboa, 1959); Poetas Angolanos, de Alfredo Margarido (Lisboa, 1962); Antologia Poética Angolana, de Garibaldino de Andrade e Leonel Cosme (Sá da Bandeira, hoje Lubango, 1963); Poetas e Contistas Africanos de Expressão Portuguesa, de João Alves das Neves (São Paulo, 1963); Poèziia Afriki [Poesia de África], de Robert Rozhdéstvensky e V. Mirimanov (Moscovo, 1972); Poesia Angolana (Lisboa, 1974); Poesia Angolana de Revolta, de Giuseppe Mea (Porto, 1975); Antologia de Poesia Pré-Angolana, de Pires Laranjeira (Porto, 1976); Poesia de Angola (Luanda, 1976); No Reino de Caliban, de Manuel Ferreira (Lisboa, vol. 2, 1976); Poèziia Bor'by [A Poesia da Luta], de Helena A. Riáuzova (Moscovo, 1976); Manguxi da Nossa Esperança (Luanda, 1979); Poemas para Pioneiros (Luanda, 1979).

in Dicionário Cronológico de Autores Portugueses, Vol. VI, Lisboa, 1999


Muito bom estado..

As expedições são efectuadas num máximo de 2 dias úteis após confirmação do pagamento.

Não nos responsabilizamos por eventuais extravios em caso de expedição por correio normal.

Para compras de valor igual ou superior a €50.00 a entrega será gratuita, por correio registado.

Perguntar ao vendedor
Para fazer perguntas tem que fazer Login.
Envio e pagamento

Forma de pagamento

Pagamento Online
PayPalPayPal
Pagamento Offline
Transferência bancáriaTransferência bancária
Em caso de transferência bancária, certifique-se que o nome do titular da conta para onde vai transferir coincide com o nome do vendedor.

Envio

Envia para o estrangeiro:
Sim
Condições de envio:
Comprador paga custos de envio
Envio:
€ 1,00
Seguro:
-
Método de envio:
Correio normal
Prazo de Entrega
2 dias úteis
Perguntar ao vendedor
Perguntar ao vendedor
Para fazer perguntas tem que fazer Login.
O vendedor assume total responsabilidade pelo conteúdo deste negócio

CARDOSO, António - A Fortuna, novela de amor. Lisboa: Plátano Editora, 1980. - 130-(5) págs.

Poeta. Filho de pais europeus, viveu vários anos no antigo musseque Braga, dos subúrbios da capital angolana. Frequentou o Liceu de Luanda e foi empregado de escritório e bancário naquela cidade. Militante do MPLA desde a sua fundação, foi preso pela PIDE em 1960 e em 1961 (duas vezes), acabando por ser internado no campo de concentração do Tarrafal, Cabo Verde, de 1961 até 1974, só tendo sido libertado seis dias após a revolução de 25 de Abril.

De regresso a Angola, onde acabaria por fixar-se, voltou ao seu lugar de empregado bancário, passando mais tarde à actividade de jornalista, tendo sido sequestrado e torturado pela FNLA, quando, já depois da independência, exercia as funções de director da Emissora de Angola. Exerceu o cargo de director do Departamento de Espectáculos do Centro Nacional de Cultura de Angola e foi secretário-geral da Associação dos Escritores Angolanos.

Estreou-se, como poeta, em O Estudante, órgão da Associação Escolar do Liceu Salvador Correia, de Luanda. A sua actividade cultural desenvolve-se de par com a sua produção poética, quer colaborando nas revistas literárias de Luanda dos anos cinquenta, quer fazendo parte dos corpos gerentes da Sociedade Cultural de Angola.

Tem colaboração dispersa pelos jornais e revistas Mensagem, Cultura, Jornal de Angola, da Associação dos Naturais de Angola, Mensagem, da Casa dos Estudantes do Império de Lisboa, África, também de Lisboa, e Présence Africaine, de Paris, além de jornais vários de Portugal, Moçambique, Brasil e Argentina. Em alguma desta colaboração usou o pseudónimo de Tony Dicar.

Está representado, entre outras, nas antologias: Poetas Angolanos, de Carlos Ervedosa (Lisboa, 1959); Poetas Angolanos, de Alfredo Margarido (Lisboa, 1962); Antologia Poética Angolana, de Garibaldino de Andrade e Leonel Cosme (Sá da Bandeira, hoje Lubango, 1963); Poetas e Contistas Africanos de Expressão Portuguesa, de João Alves das Neves (São Paulo, 1963); Poèziia Afriki [Poesia de África], de Robert Rozhdéstvensky e V. Mirimanov (Moscovo, 1972); Poesia Angolana (Lisboa, 1974); Poesia Angolana de Revolta, de Giuseppe Mea (Porto, 1975); Antologia de Poesia Pré-Angolana, de Pires Laranjeira (Porto, 1976); Poesia de Angola (Luanda, 1976); No Reino de Caliban, de Manuel Ferreira (Lisboa, vol. 2, 1976); Poèziia Bor'by [A Poesia da Luta], de Helena A. Riáuzova (Moscovo, 1976); Manguxi da Nossa Esperança (Luanda, 1979); Poemas para Pioneiros (Luanda, 1979).

in Dicionário Cronológico de Autores Portugueses, Vol. VI, Lisboa, 1999


Muito bom estado..

As expedições são efectuadas num máximo de 2 dias úteis após confirmação do pagamento.

Não nos responsabilizamos por eventuais extravios em caso de expedição por correio normal.

Para compras de valor igual ou superior a €50.00 a entrega será gratuita, por correio registado.

Perguntar ao vendedor
Para fazer perguntas tem que fazer Login.

Forma de pagamento

Pagamento Online
PayPalPayPal
Pagamento Offline
Transferência bancáriaTransferência bancária
Em caso de transferência bancária, certifique-se que o nome do titular da conta para onde vai transferir coincide com o nome do vendedor.

Envio

Envia para o estrangeiro:
Sim
Condições de envio:
Comprador paga custos de envio
Envio:
€ 1,00
Seguro:
-
Método de envio:
Correio normal
Prazo de Entrega
2 dias úteis
Adicionar vendedor à lista de favoritosTem de fazer login antes de poder adicionar um vendedor à sua lista de favoritos
Voltar à Loja