Ao utilizar os nossos serviços, concorda com a nossa utilização de cookies. Saiba mais.
Pesquisa avançada

raúl hestnes ferreira-josé gomes ferreira,fotobiografia,2001
( 228136942)

Negócio terminado
Descrição

O «poeta militante» José Gomes Ferreira nasceu no ano de 1900, na cidade do Porto. Licenciou-se em Direito pela Universidade de Lisboa em 1924 e no ano seguinte rumava como cônsul à Noruega, país onde permaneceu até 1929. Regressado a Portugal, dedicou-se à escrita. Apesar de já ter publicado dois livros de poemas em 1918 e 1921 - "Lírios do Monte" e "Longe" -, livros que, aliás, foram esquecidos e retirados da sua bibliografia, só em 1931 se encontra verdadeiramente como poeta. Nesse ano, é publicado na revista Presença um poema seu, hoje dos mais conhecidos, "Viver também cansa". Dezassete anos depois, isto é, em 1948, sai o primeiro volume de Poesia, a que se seguiram outros, até ao sexto volume em 1975. Posteriormente estes seis volumes vieram a incorporar, juntamente com as colectâneas "Viagem do Outro Lado" e "Circunstanciais" a obra "Poeta Militante" (3 volumes). Militante significava para Gomes Ferreira ser «militante da poesia total». No subtítulo da obra - "iagens do Século Vinte em Mim" - outra pista é-nos deixada: o interesse do poeta pelo real, pelo quotidiano, o seu interesse em revelar uma experiência pessoal, logo, subjectiva.
Poeta e ficcionista, José Gomes Ferreira nasceu no Porto, em 1900, tendo vindo para Lisboa aos 4 anos. Licenciado em Direito, trabalhou como cônsul na Noruega (em Kristiansund) entre 1926 e 1929. Esta época e vivências estiveram na génese do seu livro de contos Tempo Escandinavo, publicado em 1969. Regressando a Lisboa, dedica-se ao jornalismo e à tradução de filmes. Foi colaborador de vários jornais e revistas e esteve ligado ao grupo do Novo Cancioneiro, estando sempre próximo dos seus companheiros neo-realistas. Lutador antifascista, começa em 1931 a sua longa carreira de «poeta militante», militante da poesia total, «misto de cavaleiro andante, profeta, jogral, vate, bardo, jornalista, comentador à guitarra de grandes e horríveis crimes», como ele próprio se qualificou. Recebeu o Grande Prémio de Poesia da Sociedade Portuguesa de Escritores e Prémio da Casa da Imprensa. Faleceu em Lisboa, 1985. O seu diário Dias Comuns começou a ser publicado em 1990.
dom quixote
2001
Envio e pagamento

Forma de pagamento

Pagamento Offline
Transferência bancáriaTransferência bancária
Em caso de transferência bancária, certifique-se que o nome do titular da conta para onde vai transferir coincide com o nome do vendedor.
Envio à cobrançaEnvio à cobrança
Em caso de envio à cobrança, o vendedor não é obrigado a vender o artigo se os portes não forem pagos antecipadamente.

Envio

Envia para o estrangeiro:
Não
Condições de envio:
Comprador paga custos de envio
Envio:
€ 3,00
Seguro:
-
Método de envio:
Correio normal
Prazo de Entrega
3 dias úteis
O vendedor assume total responsabilidade pelo conteúdo deste negócio

O «poeta militante» José Gomes Ferreira nasceu no ano de 1900, na cidade do Porto. Licenciou-se em Direito pela Universidade de Lisboa em 1924 e no ano seguinte rumava como cônsul à Noruega, país onde permaneceu até 1929. Regressado a Portugal, dedicou-se à escrita. Apesar de já ter publicado dois livros de poemas em 1918 e 1921 - "Lírios do Monte" e "Longe" -, livros que, aliás, foram esquecidos e retirados da sua bibliografia, só em 1931 se encontra verdadeiramente como poeta. Nesse ano, é publicado na revista Presença um poema seu, hoje dos mais conhecidos, "Viver também cansa". Dezassete anos depois, isto é, em 1948, sai o primeiro volume de Poesia, a que se seguiram outros, até ao sexto volume em 1975. Posteriormente estes seis volumes vieram a incorporar, juntamente com as colectâneas "Viagem do Outro Lado" e "Circunstanciais" a obra "Poeta Militante" (3 volumes). Militante significava para Gomes Ferreira ser «militante da poesia total». No subtítulo da obra - "iagens do Século Vinte em Mim" - outra pista é-nos deixada: o interesse do poeta pelo real, pelo quotidiano, o seu interesse em revelar uma experiência pessoal, logo, subjectiva.
Poeta e ficcionista, José Gomes Ferreira nasceu no Porto, em 1900, tendo vindo para Lisboa aos 4 anos. Licenciado em Direito, trabalhou como cônsul na Noruega (em Kristiansund) entre 1926 e 1929. Esta época e vivências estiveram na génese do seu livro de contos Tempo Escandinavo, publicado em 1969. Regressando a Lisboa, dedica-se ao jornalismo e à tradução de filmes. Foi colaborador de vários jornais e revistas e esteve ligado ao grupo do Novo Cancioneiro, estando sempre próximo dos seus companheiros neo-realistas. Lutador antifascista, começa em 1931 a sua longa carreira de «poeta militante», militante da poesia total, «misto de cavaleiro andante, profeta, jogral, vate, bardo, jornalista, comentador à guitarra de grandes e horríveis crimes», como ele próprio se qualificou. Recebeu o Grande Prémio de Poesia da Sociedade Portuguesa de Escritores e Prémio da Casa da Imprensa. Faleceu em Lisboa, 1985. O seu diário Dias Comuns começou a ser publicado em 1990.
dom quixote
2001

Forma de pagamento

Pagamento Offline
Transferência bancáriaTransferência bancária
Em caso de transferência bancária, certifique-se que o nome do titular da conta para onde vai transferir coincide com o nome do vendedor.
Envio à cobrançaEnvio à cobrança
Em caso de envio à cobrança, o vendedor não é obrigado a vender o artigo se os portes não forem pagos antecipadamente.

Envio

Envia para o estrangeiro:
Não
Condições de envio:
Comprador paga custos de envio
Envio:
€ 3,00
Seguro:
-
Método de envio:
Correio normal
Prazo de Entrega
3 dias úteis
Adicionar vendedor à lista de favoritosTem de fazer login antes de poder adicionar um vendedor à sua lista de favoritos
Voltar à Categoria